Testar seu site com antecedência é sempre uma boa ideia.


A essa altura, você deve ter escrito a maior parte do conteúdo das páginas. Na verdade, é bom que você não tenha escrito ainda a página inicial. Se já tiver escrito a página inicial, bloqueie para ocultá-la. Não se esqueça de testar a versão publicada do site.


O que testar neste momento

Dê mais uma olhada na lista de perguntas que você gerou na primeira etapa. 

Você deve conseguir relacionar todas as perguntas típicas que os usuários têm em mente ao acessar seu site. Mas agora é uma boa hora para ver se ainda há outras perguntas que os visitantes do site possam vir a ter. As novas perguntas podem surgir enquanto você escreve o site.

Este é um ótimo motivo para testá-lo com antecedência.


Teste o site por conta própria

Testar o site por conta própria é um bom começo, mas se você só testá-lo sozinho, não estará procedendo adequadamente. Será necessário testar o site com usuários reais.


Para fazer um bom teste, tente se colocar no lugar no leitor. Experimente fazer as perguntas que eles farão realmente. Por exemplo: 

  • Qual é a localização da empresa? 
  • Quanto custam os produtos ou os serviços à venda?
  • A empresa tem outros clientes, as pessoas ficaram satisfeitas com o produto? 

Obviamente, estes são apenas exemplos. Você precisa se colocar na situação dos leitores para se fazer as perguntas que eles farão.
Pergunte a si próprio as perguntas que os leitores podem fazer. Mas não as responda de acordo com seu entendimento do site, e sim com as informações disponíveis. Se alguma pergunta não tiver resposta ou se as respostas forem imparciais ou inadequadas, você precisará modificá-las ou adicionar páginas para respondê-las.


Contudo, esta não é uma boa solução de teste real, porque você já sabe onde as informações estão e terá dificuldade para enxergar respostas imparciais ou incompletas. Isso porque nossa mente tem a tendência de preencher informações ausentes. 


Teste com leitores

Não há uma única forma definitiva de testar. Os métodos realmente dependem do conteúdo do site. Mas gostaríamos de dar algumas orientações sobre como proceder.


Você deveria informar-lhes que estão fazendo um teste?

  • Às vezes, é melhor não deixar que eles saibam que você está anotando mentalmente o que eles fazem e como fazem. Algumas vezes é possível vê-los acessando o site sem saber que estão sendo observados.
  • Se precisar que eles executem uma tarefa, por exemplo, encontrar o endereço comercial ou o custo de um serviço, então convém informar-lhes que se trata de um teste e que você está tentando melhorar o site.
  • Quando os usuários sabem que estão testando um site, eles costumam fazer várias perguntas, pois não têm certeza se estão navegando corretamente. É importante dizer a eles que não há uma forma correta ou incorreta de navegar no site. Conte a eles que o site é que está sendo testado, e não eles. 

Os desafios

  • Quanto mais você parece ser apenas um "observador neutro", maiores são as chances de conseguir coletar informações importantes.
  • Você deve evitar explicar ou mostrar qualquer coisa. Você pode ser tentado a pegar o mouse ou apontar para a tela. Em alguns momentos, pode até perder a paciência. Isso é normal. Mas não faça. ;-)
  • Deixe que eles usem o site sozinhos. Deixe que leiam o site ou não. Cliquem nos links ou não. Lembre-se de que é assim que os usuários usarão seu site. 
  • Incentive-os a comentar/pensar alto enquanto navegam pelo site.
  • Não leve nada para o lado pessoal. Um dos problemas de gerenciar o site por conta própria é que você também é a pessoa que fez um investimento importante ao criá-lo. Se você achar que não conseguirá ser objetivo, coloque outra pessoa para cuidar do processo.
  • No final do teste, pergunte a eles: do que gostaram e do que não gostaram. Escute e anote seus comentários, você não precisa se defender. Não explique. Não discuta. Tudo isso serve para tornar seu site melhor para os leitores. As críticas estão aí para ajudá-lo. 

Repita o processo com pessoas diferentes

Tente fazer com que uma base ampla de leitores teste o site. Diferentes grupos de leitores naturalmente perceberão o site de maneira muito diferente.  

  • Peça a uma criança para acessar o site e tentar encontrar respostas.
  • Os idosos são ótimos para testar.
  • No entanto, os testadores devem estar ligados à atividade que você apresenta, pois a opinião de pessoas que não participam da sua atividade não é exatamente útil. 
  • E também não custa nada, em algum momento, contratar um profissional para lhe dar feedback.

Repita esse processo várias vezes para ter certeza de que encontrou a maioria dos comportamentos típicos das pessoas que navegam no seu site. Responda a todas as perguntas que os leitores possam fazer. Novas perguntas podem surgir durante esse processo, e talvez você considere necessário adicionar ou modificar páginas para responder a elas.


Observe como eles encontram (ou não conseguem encontrar) as respostas 

O teste pode ser uma tarefa difícil, mas se lembre de que este site não é para você, e sim para os leitores.

A essa altura, você deve confirmar se:

  • A organização e os rótulos das abas permitirão que os testadores saibam exatamente onde procurar as informações que estão tentando encontrar. 
  • Para cada pergunta, há uma aba específica a ser clicada.
  • Os títulos dos blocos permitirão que eles percorram uma página e cheguem direto ao capítulo pertinente.
  • Não há assuntos ocultos. Trata-se de respostas que estão escondidas no título errado ou na página errada.
  • Em locais onde os leitores querem transitar entre as páginas, há links inteligentes dentro do texto para tornar esse processo o mais fácil possível para eles.
Teste com antecedência e com frequência. Cada tentiva ajudará a melhorar seu site.

Aplicação do que você aprendeu com os testes. 

Com o que aprendeu com os testes, você poderá:  

- Analisar os títulos dos capítulos e das páginas confirmando se eles refletem precisamente o conteúdo apresentado. 

- Ajustar os links para destacar as palavras-chave correspondentes. 

- Melhorar a circulação entre as páginas, um fator importante para o conforto dos usuários.

Reagrupar as abas de modo que elas sigam uma hierarquia natural. Estabeleça uma organização que os leitores entenderão e seguirão facilmente.